25 de novembro de 2009

Analogias ainda buzianas d'outrora

Nesse revival buziano, a banda inglesa The Smiths, ícone dos 80's, naturalmente me veio à cabeça (e à saudade...). Seu som beirando o soturno, "dark", como se dizia à época, é, paradoxalmente, a cara daquela estrada, das festas esfumaçadas de maresia à beira do mar de Armação, das caminhadas noturnas de Geribá à Ferradurinha, de tantos PFs de peixe divididos no Barbuda...

Com a palavra, o Deus Tube (e essa analogia tubeana agradeço ao amigo balseiro Edu Campos):



E rola a bola, a nota re-toca, e o mundo roda também. Do mesmo Tubo divino, Radiohead, a banda que volta-e-meia-volta à esse nostálgico blog, sempre a me enlevar, em estúdio, declarando seu amor pelo mesmo Smiths.
A do rei!

3 comentários:

Redneck disse...

Sábia escolha, a do Radiohead. Não conheço Búzios, mas, em tese, Radio e Búzios têm tudo a ver. Beijo!

E. Campos disse...

Não precisa nostalgia, não, o cara continua cada vez melhor. Dá só uma olhada:

http://www.youtube.com/watch?v=ElemRKA9r1c&feature=fvst

E eu não sou blogueiro, sou balseiro.

gentil carioca disse...

Mr. Red, quando vier ao Rio Maravilha ("purgatório da beleza e do caos..."), vamos até lá! Mas venha rápido, antes que acabe...
E., sorry pelo erro denominativo. Isso não mais acontecerá!
PS: entubarei lá em casa, aqui na TV não permitem o acesso (acredita nisso?!).
bjs aos dois